Quero ser uma jornalista....

Por ser apaixonada pela PALAVRA sempre quis ser uma comunicadora, não necessariamente jornalista, mas por acreditar que a palavra(independente da maneira como é apresentada), movimenta o mundo, transforma as pessoas.
Durante o curso, tenho aprendido a gostar do jornalismo e a sentir uma vontade enorme de poder usar a atividade como orientação para meu trabalho, minha profissão. O jornalismo pode humanizar mais a corporação militar da qual pertenço e também pode ser utilizado para responder aos ataques nem sempre justos , realizados pelos diversos meios de comunicação.

Ana Paula Crusoé.

Um comentário:

Andréa disse...

Ana, Valeu. Ficou precisa a nota. até mais